Muito obrigado pelo acesso!

A maior justificativa para a existência deste, está no fato de que sinto-me impulsionado a escrever e partilhar aquilo que de mais íntimo brota do meu ser. Acredito ser um dom que Deus me deu. Se algum dia este impulso me faltar, faça orações por mim, pois já estarei diante d'Ele.

domingo, 20 de abril de 2014

Homenagem ao amigo Beto

              Caro Beto, não foi fácil vê-lo estirado do caixão. Parecia uma cena que não combinava com sua jovialidade e dinamismo. Por uns instantes comecei a pensar na cena triste à minha frente e, como humano, comecei a achar que além de triste, parecia injusto o ocorrido. Ainda bem que sobressaltou-me de repente a seguinte reflexão: seria muito mais triste se você fosse conhecido como alguém que não merecia nossa confiança. Seria muito mais triste se você fosse uma  pessoa não grata, infiel, golpista, egoísta, mau pai de família, não temente a Deus; fosse um qualquer...Mas pelo contrário, todos estávamos ali sentidos, mas confiantes que Deus com certeza ganhava, a partir de então,  mais um anjo e nós ganhávamos mais um intercessor no céu. Como bom cristão você partiu num dia especial - Paixão e Morte de Nosso Senhor Jesus Cristo, e foi sepultado no dia  de Sábado do Aleluia, quando celebramos a Vigília Pascal -  a Ressurreição de Cristo. Que o Ressuscitado nos dê forças para superar os revés da vida e lhe conceda a vida eterna que tanto almejamos.

sexta-feira, 18 de abril de 2014

LUTO

Triste é quando na vida a dois é sexta feira da paixão todos os dias.
                                                                       (Jessé Moreira Lopes)

Com...paixão

            Hoje, sexta feira santa, dia de fazer penitência e abstinência. Não pode ser a penitência ou abstinência simplesmente pelo fato de fazer. Tem que ser sobre tudo a SOLIDÁRIA com aqueles (infelizmente milhões) que durante anos e anos vivem uma penitência e abstinência forçadas, por causa de um sistema injusto que prega a "felicidade" de uns poucos, sacrificando milhões.

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Sem noção

             Às vezes fico a imaginar como existem pessoas sem princípios. São capazes de chorar num velório, mesmo sabendo que em vida não foram capazes de partilhar nenhum segundo das alegrias da pessoa  inerte no caixão.