Muito obrigado pelo acesso!

A maior justificativa para a existência deste, está no fato de que sinto-me impulsionado a escrever e partilhar aquilo que de mais íntimo brota do meu ser. Acredito ser um dom que Deus me deu. Se algum dia este impulso me faltar, faça orações por mim, pois já estarei diante d'Ele.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

O antídoto

Não me pergunte pela solidão
por ela não tenho nenhum apreço
muito menos seu endereço.
Pergunte aos desiludidos do amor,
aos que precisam de algum motivo para a dor.
Indague os que estão à beira da depressão,
que sem ou com razão
ao mal do século abrem concessão.
Vá atrás do ébrio,
que com ou sem tédio
faz do etílico seu remédio.
Não me pergunte sobre este mal solitário,
apenas descubra seu endereço, seu itinerário
para que como os Magos
eu tome o caminho contrário.
Pergunte-me apenas pelo antídoto - o amor
que é capaz de curar a dor,
o ébrio,o tédio,
a depressão
pois é remédio
é a melhor solução,
pois imuniza o coração.

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Fórmula?

A paz só será alcançada
se por todos for alavancada
se a gula por Gullar conscientizar
que a fome tem que acabar.
A paz será alcançada então
se a guerra deixar de ser regra
e não for aceita nem como exceção.
Para a mesma ser realidade
não é preciso truque, ilusão
precisa-se apenas desta verdade:
basta uma pitadinha de bom senso e conscientização
para compreender então
que ao invés de ferir o irmão
com egoísmo e toda espécie de segregação
use-se da faca apenas para partir o pão,
isto não é nenhuma fórmula mágica não
é politização,
é ágape,
é comunhão.