Muito obrigado pelo acesso!

A maior justificativa para a existência deste, está no fato de que sinto-me impulsionado a escrever e partilhar aquilo que de mais íntimo brota do meu ser. Acredito ser um dom que Deus me deu. Se algum dia este impulso me faltar, faça orações por mim, pois já estarei diante d'Ele.

sábado, 5 de fevereiro de 2011

INOCÊNCIA

Quando criança, com grande imaginação
longe de preconceitos, desnudo
via tudo em todos
e todos em tudo.
Numa simples nuvem no céu
um cordeirinho vinha ao léu.
Uma pequena pedra meio oval no chão
era uma tartaruga.Que imaginação!
Não era difícil ver na lua
Que São Jorge com seu cavalo viajava
e com ele eu também cavalgava
pra tudo quanto é canto
e em tudo via encanto.
Não conhecia a maldade,
mas também não tinha idade.
Não havia espaço para o sofrimento
e com isso se evitava vários tormentos.
O tempo passou, o homem plantou cercas
há miséria, fome, secas.
Em tudo vejo limite
e pra real solução ninguém arrisca um palpite.
Pensamento, visão: tudo limitado!
A cerca mantém o homem algemado.
Os cordeirinhos já não consigo ver
e se me atrevo a observar as nuvens
logo digo: vai chover!
Por causa da poluição,
os cordeirinhos viraram pretos lobos
mas como não sou bobo
se por um lapso cordeirinhos consigo ver
guardo-os só para mim
para ingênuo não parecer
por deixar aflorar em mim
o lindo descobrir da infância, em fim.

3 comentários:

Barbara disse...

Pararabens papai eu te amo e nunca deixarei de te amar!!!Espero um dia eu ser igual a você humilde um pai maravilhoso ou seja .........
O MELHOR PAPAI DO MUNDO!!!

Barbara disse...

Pararabens papai eu te amo e nunca deixarei de te amar!!!Espero um dia eu ser igual a você humilde um pai maravilhoso ou seja .........
O MELHOR PAPAI DO MUNDO!!!

TATOO MINEIRO disse...

Suas palavras passam sinceridade e sua amizade dignifica quem a possui. Parabens por sua conduta reta e seu coração de ouro!
Ass: Toninho do Pátio.